Ormeo Junqueira Botelho

A Fundação Ormeo Junqueira Botelho deve seu nome ao engenheiro civil que presidiu por quase seis décadas a Companhia Força e Luz Cataguazes-Leopoldina, uma de suas principais mantenedoras. Ex-presidente do Instituto Brasileiro do Café, Ormeo Junqueira Botelho (1897-1990) foi eleito Deputado Federal por Minas Gerais em 1962. Ardoroso defensor do meio-ambiente, precursor do pensar preservacionista, ele teve destacada atuação na Câmara, projetando seu nome no cenário nacional.

Exemplo de comprometimento com a comunidade, Ormeo Junqueira Botelho participou intensamente de várias atividades na Zona da Mata Mineira. Em Leopoldina, foi Provedor do Hospital e, por 27 anos, do Orfanato Lenita Junqueira, além de fundador da Cooperativa de Leite de Leopoldina e diretor do Banco Ribeiro Junqueira. Em Cataguases, fundou e dirigiu a Companhia Industrial Cataguases, empresa do ramo têxtil.

Respeitado e admirado cidadão de seu tempo, modelo-inspirador da trajetória da Fundação, o Doutor Ormeo costumava citar sempre Santo Agostinho: “Nada merece ser feito, mesmo que bem feito, se a alma não estiver no feito”. Tendo como objetivo prioritário incentivar e promover as artes e a cultura em geral, a Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho segue o seu lema: não só busca fazer bem feito os seus projetos como principalmente lança-se de alma inteira na sua concretização.